Noticias

image

Estratégia de Construção de uma Rede de Castros do Noroeste Peninsular - Os Castros de Entre-Douro-e-Minho

A propósito da recente criação, pela DRCN – Direção Regional de Cultura do Norte, da Rede de Castros do Noroeste Peninsular, realizou-se ontem, dia 11 de junho, uma conferência de imprensa para apresentação da Rede, que teve lugar na Casa d’ Allen, no Porto.

A apresentação foi feita pela Diretora Regional de Cultura do Norte, Arqt.ª Paula Araújo da Silva, e pelos Presidentes de Câmara ou seus representantes dos Municípios envolvidos, bem como pelo Diretor da Sociedade Martins Sarmento, a que pertence a Citânia de Briteiros.
Em representação do Município de Boticas esteve a Vereadora Maria do Céu Fernandes, que fez uma breve apresentação do castro do Outeiro Lesenho.

A cultura castreja do Noroeste Peninsular apresenta uma forte personalidade no quadro da Proto-História europeia. A sua originalidade foi já reconhecida pelos autores clássicos, em especial pelo historiador e geógrafo grego Estrabão (64-63 a.c. – 24-25 a.c.).

Neste sentido procedeu-se à criação da Rede de Castros do Noroeste Peninsular que visa promover a divulgação e salvaguarda de um conjunto de sítios arqueológicos, conhecidos como Castros, Cividades ou Citânias, que constituem expressões materiais particularmente relevantes do conjunto de povos que ocupou esta região da Península Ibérica, em particular no período anterior à chegada dos romanos.

Sítios de notável enquadramento paisagístico, ocupando geralmente cabeços de média altitude mas com uma implantação estratégica que lhes permite dominar visualmente um extenso território envolvente, muitas vezes bacias hidrográficas ou zonas litorais, e lhes confere uma posição de lugar central no quadro do respetivo ordenamento territorial.

Dotados de fortes sistemas construtivos, com várias ordens de muralhas, e uma clara organização proto-urbana de estrutura regular, com arruamentos e construções de planta circular e quadrangular agrupadas em conjuntos de unidades domésticas ou núcleos familiares, correspondente aos primórdios da influência romana na região, estes povoados evidenciam já uma clara hierarquização no modelo de organização e ocupação do território, articulando-se entre si numa rede bem estruturada de funções, valências económicas e dependências.

Integram esta Rede: Castro de Alvarelhos (Trofa), Castro de Monte Mozinho (Penafiel), Castro de Outeiro Lesenho (Boticas), Castro do Padrão (Santo Tirso), Castro de São Caetano (Monção), Castro de S. Lourenço (Esposende), Citânia de Briteiros (Guimarães), Citânia de Sanfins (Paços de Ferreira), Citânia de Santa Luzia (Viana do Castelo), Cividade de Bagunte (Vila do Conde), Cividade de Terroso (Póvoa de Varzim).

Download Flyer -> aqui...

Partilhar

btn Voltar

flagflag
facebookblog